Arquivo | Santa Catarina RSS for this section

Dois jantares de sonho no Rosa


Quando viajo sozinha com o marido, deixando as crianças em casa, gosto de sair pra jantar em bons restaurantes, para comer bem e ser feliz. Já que no dia-a-dia é muito difícil fazermos isso, sempre procuro escolher com cuidado e reservar alguns restaurantes mais legais.

No Rosa existem várias opções de restaurantes, para todos os bolsos e gostos. Desde os sarados PFs, adorados pelos surfistas, até os restaurantes mais bacanas e lindos. Escolhemos dois deles, nos baseando nas dicas do @gusbelli, do excelente blog Viajar e Pensar: o Tigre Asiático e o Lua Marinha.

Todos os caminhos levam ao Tigre Asiático, essa era a nossa frase preferida no Rosa. Ele fica numa espécie de encruzilhada na parte mais plana do vilarejo e qualquer informação que você pedir a qualquer local começará com a seguinte frase: “você vai até o Tigre, e vira à direita (ou esquerda, etc)”.

Central ou não, o Tigre é um restaurante de comida oriental (tailandesa, japonesa e da Indonésia), digno de nota. O ambiente é lindo, charmoso, bem decorado com móveis preferencialmente oriundos da Indonésia (tem uma loja enorme desses móveis em Garopaba, perto dali, que recebe clientes de vários pontos do estado), mesas no chão e motes orientais. Mas o melhor mesmo, sem dúvida, é a comida. Eu escolhi o , um curry de camarões com coco e especiarias, o marido foi do clássico Phad Thay. Nenhum de nós se arrependeu.

Goog Curry

Phad Thay

O outro restaurante incrível que tivemos a sorte de experimentar foi o Lua Marinha. A chef Taís Muradás, foi escolhida pela própria Madonna para acompanhar sua trupe em 2008, cozinhando com seus chefs internacionais.

O lugar é bem escondido e fica à beira da Lagoa. Tem que ir de carro, por uma estradinha de terra, mas chegando lá, o visual compensa. E a comida, então…Escolhemos o seviche de robalo de entrada e como principal, camarão ao molho de coco com risoto cremoso de limão, que serviu bem duas pessoas. Memorável e inesquecível, banhado por aquele por-do-sol na lagoa.

Camarão no coco com risoto cremoso de limão

Essas são as minhas melhores dicas gastronômicas do Rosa. Não deixe de conhecer, caso visite a região.

A praia do Rosa


Sabe aqueles lugares que você sempre quis ir, mas nunca conseguiu, por uma razão ou por outra? E eles vão crescendo no seu imaginário, até que você resolva parar tudo e ir. Eu ouço falar sobre a praia do Rosa desde a adolescência. Tinha chegado até bem perto, mas nunca tinha conseguido visitá-la.

Dessa vez, surgiu a oportunidade, e resolvemos emendar a praia do Rosa e um pouco do litoral sul de Santa Catarina à semana em Floripa. Nenhuma decisão poderia ter sido mais acertada.

A praia é muito alto astral, daqueles lugares escondidinhos no litoral brasileiro, de relativo difícil acesso, onde os surfistas, os malucos e os descolados se encontram para festejar a entrada do verão. A época era a ideal, dezembro, antes do Natal, calorão, mas ainda sem muvuca.

Ficamos na pousada Rêmora, no alto do morro. A pousada é deliciosa, confortável e com essa vista:

Imagem

Valeu super a pena acordar para ver esse por do sol. A Praia é longe, o que é uma desvantagem, mas de carro, chega-se em 5 minutos. A pé, a caminhada é boa morro abaixo, mas a volta, morro acima, nem quis arriscar.

Imagem

Vista da pousada

Imagem

Curtindo o visual depois de um dia cansativo de praia

Imagem

A Praia do Rosa, meio

Imagem

A noite, rola um super agito, mas vou falar sobre os restaurantes em outro post. É fundamental estar de carro também para se conhecer as outras praias da região que são (quase) tão lindas como o Rosa.

Fomos até a Lagoa de Ibiraquera, enorme, que tem um braço pro mar. Bonita, mas um pouco farofenta no domingo. É bem perto do Rosa, cerca de 20 minutos de carro, sem pegar a BR. Basta ir contornando a lagoa até chegar à barra.

Imagem

As margens da Lagoa, pré tempestade.

Imagem

A Lagoa de Ibiraquera

Outros dois passeios legais que fizémos foi Garopaba e Ferrugem. Garopaba fora de temporada parece um daqueles vilarejos de pescadores parados no tempo, mas fica muito cheia de janeiro ao Carnaval, segundo fui informada. Em Garopaba fica a famosa fábrica da Mormaii, que é a principal marca de surfe brasileira. A fábrica é enorme, na estrada e a maior loja fica na cidade. E dá emprego para muitos dos habitantes locais.

Imagem

Garopaba

Imagem

Mais Garopaba

E por fim, vale visitar a Ferrugem, uma das praias mais famosas para surfe no Brasil. É bonita, bem cuidada e alto astral. Aliás, as praias de Santa Catarina que visitamos, eram todas limpas e cuidadas pelas associações de moradores locais e surfistas. Grande lição para outros locais do nosso lindo litoral, que merecem ser melhor cuidados.

Imagem

Ferrugem

Imagem

Canto esquerdo, Ferrugem